Categorias
Sem categoria

das coisas da vida

Temos boas intenções, mãos tão iguais, gostos in-musicais para poucos… Eu com meus Betos Barbosa, tu com teus Le Tigre tanto pensando que algo entendo de música, e que se não entendo, pelo menos trago bom-gosto. Eu com minhas dúvidas, tu com tuas certezas e tuas dúvidas. Eu com meus sonhos, tu com as tuas realidades, me ensinando que dá pra viver abaixo da nuvem, mas que é cruel. Eu com meus choros, tu com teus silêncios. Nós dois com nossos silêncios. A luz vermelha, o sono, o sonho, o elefante, o absinto, o medo, a dúvida, o cansaço, a confusão das horas, das letras, dos fatos. O prazer, as borboletas, o beijo, o dormir enroscado. O almoço, o vinho, o computador. O sol de tardezinha, as batatas de bolinha… “obrigada por ter vindo”/ “que bom estar aqui”.

A gente só não precisa se machucar.

Uma resposta em “das coisas da vida”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s