Categorias
Sem categoria

segunda, depois da primeira – desesperada pela terceira.

Se hoje eu tivesse que escrever um texto ia ser uma confusão de muita coisa. Ia ter muita coisa grande e coisa pequena misturadinha: Uma estrela de boa menina na testa. Um abraço apertado e cafuné. Um sentimentozinho de insignificância. Uma mudança. Um aperto no coração, desses de doer estranho. Uma música. Um não querer mais nada e um querer tudo. Um monte de perguntas. Um monte de respostas repetidas e vazias de tudo-aquilo-que-eu-já-sabia.

Mas como não tem texto, vai saber se anda tudo misturado mesmo. Nem to ligando muito. To mais pro meu pulôver laranja e pro teu suéter verde do que pra qualquer drama terceiro.

Tem alguma coisa pra perder aqui? Acho que não. Enfim, caminhemos de mãos dadas. Ou melhor, vamos de fusca.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s