Categorias
Sem categoria

novidades.

_tu ta louca?
_eu? Não.
_mas com tanta gente procurando emprego por aí! Tu tinha que dar graças e ficar bem contentinha, porque tu tem um salário bacana, um apartamento todo tua cara, ta fazendo pós, pode comprar tuas coisas, ler teus livros, ouvir tuas músicas, convidar teus amigos, tudo, tudo tu podia e…
_ei, eu não pedi tua opinião, só contei.
_o que eu não entendo é como que tu…
_desisti?
_é. Tu tava tão decidida e tocar a vida pro outro lado e agora…
_acha que fracassei?
_eu não, mas o mundo vai achar.
_dane-se…Não é fracasso, tampouco regresso. É mudança. Sabe? Deixa eu te explicar, senta aqui, olha pra mim.
_anh.
_sabe um nó na goela? Sabe acordar sete horas e deitar onze horas e dormir mal nesse tempo e caminhar até o trabalho sabendo que na outra semana vai ser assim de novo e não acontecer nada no caminho e saber que vai ser assim no outro dia e ficar louca esperando a sexta onde nada acontece de novo e ir numa aula que não te acrescenta nada. Novidade! Sabe novidade? Novidade é essa coisa que te deixa entusiasmada, essa coisa que te faz ter vontade que te faz ficar louquinha da silva. É. Eu adoro novidade e por aqui já não tem mais nenhuma. E de que adianta ter todas essas coisas coloridas no entorno se nem poesia dá pra fazer porque sempre fico cansada e cansada de estar fazendo um monte de coisas que não gosto e nunca soube se foram boas médias ou péssimas porque às vezes nem bom-dia eu ganho. Éééééh. Eu sei que tu vai dizer que me malacostumaram, que eu era a queridinha e perfeitinha e tudo mais, mas nem é isso. É, pode ser que sim, que no fundo tudo seja uma baita e bela desculpa de caçula preguiçosa que ta com saudade dos mimos de casa e das críticas dos conhecidos. Mas no fundo sabe o que é? É lembrar que não temos nada a perder. Que todas essas “coisas” podem esperar. Que sou uma criança que anda caminhando no vazio e que isso é triste. Que “um bom emprego” a gente arranja mais tarde com um “bom currículo” e que o meu “bom currículo” de hoje não tem prazo de validade. E a profissão não vai acabar e sempre dá-se um jeito.
_e teus pais?
_gostaram até. A mãe precisa de ajuda em casa e o pai disse, antes de eu vir, que se não gostasse eu podia voltar.
_sorte tua. que vai fazer com o sofá?
_vou vender pro designer novo, ele vai ficar com o apê.
_será que ele vai gostar?
_quem sabe, tomara que sim…
_é… corajosa você.
_mais chá?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s