Categorias
Sem categoria

Dona Insônia

_Segura aqui ó.
_Aí onde?
_Aqui, minhas mãos.
_Ah, mas nas mãos?
_Sim, nas mãos.
_Ok baby.
_Segura mais forte. Prende contra a cama. Não me deixa ir embora. Não me deixa ir embora porque eu não quero ir. É. Eu não tenho pra onde ir por isso eu preciso que você segure e me deixe ficar aqui contigo por mais tempo. Mais tempo. Você entende? Sim. Sim, você entende e entende bem. Você pode até achar que eu não entendo de você e dessas coisas mas eu entendo do que dói. Entendo talvez não tanto quanto deveria, mas tanto quanto precisei até agora. Sabe? Essas coisas de doer a gente vai aprendendo com o tempo, não dá pra forçar e forjar uma dor que não existe. Se eu me dôo? Sim, algumas vezes. E você se dói o tempo inteiro, sim, é verdade. Segura aí, cara. Não solta, por favor. Eu te deixo dormir quietinho, mas me segura aqui, do teu lado, porque eu preciso disso. Muito. Disso. Agora. Porque. Eu. Me. Sinto. Muito. Sozinha. E. Gosto. De. Você.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s