Categorias
Sem categoria

lamentante emorfinada

Sabe o que aconteceu? Ele tinha costume de falar quando estava quase dormindo, um dia disse que poderia ir embora e eu ia chorar. No outro dia perguntei sobre e ele disse que preferiria não ter dito nada. Eis que resolveu ir embora. Disse algo sobre um chimarrão em finados, depois dos enterros. Com todas as minhas forças disse ser tarde demais. Ele precisa se resolver, precisa amar. Aí eu chorei. Chorei tanto que apenas com a língua dormente de morfina consegui parar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s