Categorias
Sem categoria

Do grego "hēdonē"


todas as ações podem ser medidas em relação ao prazer e a dor que produzem. há 45 dias atrás tudo estava errado. a arte de ser, não a de ter. que domingo mais bacana. finalmente os cartazes pós-mordenos-divertidos do lucas entraram na forminha. tá bonita. já temos até os marcadores de livro. o hedonismo moderno procura fundamentar-se numa concepção mais ampla de prazer entendida como felicidade para o maior número de pessoas. ficou bom o teu cabelo, assim, escuro. no intercâmbio tu só fazia festa, disse a tua cunhada. é a tendência a buscar o prazer imediato, individual, como única e possível forma de vida moral, evitando tudo o que possa ser desagradável. gatinha com pôster do che. isso é bom. a arte de ser é a sabedoria ascética do despojamento: não se cobrir de honras, de dinheiro, de riquezas, de poder, de glória e outros falsos valores ou virtudes, mas preferir a liberdade, a autonomia, a independência. amanhã começo a estudar política. como é bom ter onde ficar pela Itália. como uma singularidade livre.

Uma resposta em “Do grego "hēdonē"”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s