Categorias
Sem categoria

Acordou meio malvada. Desgrenhou os cabelos depois de escovar e foi. Foi como quem está no dia de enfrentar o arqui-inimigo. Mil bandeides nos pés, rímel borrado e resto de brilho da noite. Foi. Teve vontade de rir alto, não desesperado, apenas alto. Nada a incomodou. Estava lá, ela e a lista. Tudo certo. Mãos secas. Pontos fixos. Meta traçada. Estava tudo assim, previsível, quando sentiu apertar um sufoco que já vinha de antes, mas reprimido, como um nó na goela. Sabem o que era? A camisa. Ela vestiu virada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s