Categorias
Sem categoria

tchurum, parte II

Tirando a inflação, Buenos Aires segue a mesma. Faltam algumas pessoas, mas umas outras lindas estão por lá.

Depois de uma entrevista que durou quatro horas, com direito a prova com questões de lógica e mkt dissertativas de 16 páginas, em inglês, sobrevivi e parece que causei boa impressão. No primeiro mês terei direito a gastar 60 pesos na máquina de doces e assim que gostarem do meu trabalho volto pra casa em taxis. Só preciso garantir que não vou pular de emprego em menos de um ano, é a única exigência deles.

Adorei a empresa, a sala gigante iluminada, o fato de ser ao lado da ÁtchePê, de ficar num bairo arborizado, de ter brinquedos e jogos e cores pelas paredes, das cadeiras de acrílico, das pessoas jovens e das ambições multinacionais.

Esperemos, amanhã sai o veredicto e, se sair positivo, dia 22 me transoformo em porteñita com direito a galochas de bolinhas e piercing transversal. Feliz e saltitante, entre o metrô e o trem no inverno mais elegante da américa latina.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s