Categorias
Sem categoria

umidade

cabelos desgrenhados. frio-calor. sauna-destemperada. t u d o ú m i d o n e s t a s a n t a m a r i a ú m i d a. como eu odeio a umidade. que volte o vento-norte, por todas as calçadas lisas, eu acho um SACO esse tempo que nem chove tanto e molha. a cozinha lá de casa tá forrada de jornais. abre-se o armário do banheiro pra escovar os dentes e até a embalagam da pasta tá nojenta. toma-se banho, seca-se o cabelo e três minutos depois já estão numa revolta que nem as tocas divertidas conseguem conter. ainda se fosse apenas isso, mas a sinusite ataca, a cabeça dói, os livros empenam, as portas incham, as vidraças embaçam e o mau-humor-me-consome.

puff.

2 respostas em “umidade”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s