Categorias
Sem categoria

Fome de amor

Talvez ele seja o cara mais cafona da minha rodinha.
Talvez eu seja a garota mais estranha do círculo dele.

Talvez na sexta eu fique na ponta dos dedos e o estupre. Talvez ele ache bom. Talvez seja realmente bom. Talvez a gente se case. Tal vez quase aconteceu (não de a gente se casar, o estupro, no caso). Ele nem lembra.

Uma resposta em “Fome de amor”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s