Categorias
Sem categoria

no Parque


atirados como em férias. o gramado é feio, desalinhado. os cachorros são histéricos: floquinhos de neve de moita em moita. o chimarrão é sempre bom. o céu vai do cinza pro azul pro preto. umas vezes a chuva se ensaia, a gente resiste. muitas conversas sobre tudo, sobre nada. às vezes a tia dos pastéis e doces aparece. às vezes vem um hippie pedir um papel pra enrolar um baseado. anteontem sozinha, ontem de dupla, hoje de trio. encostar a cabeça no gramado e descobrir os desenhos em núvens têm feito os meus domingos tri alegres.

Uma resposta em “no Parque”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s