Categorias
Sem categoria

coração

há muito tempo um coração idolatrava um moço. era coisa creep, pedestalística mesmo. idolatrava e faria qualquer coisa para conquistar um espacinho colorido ao lado do coração dele. lord, como idolatrava. em um um belo dia tudo explodiu, o coração vestiu negro e jurou pela sua felicidade que nunca mais na vida iria bater pelo mocinho. nunca mais bateu. se escondeu um tempão, o coração. foi embora com malas e fotografias com cabeças amputadas. rogou praga. esbravejou. criou um blog. chorou litros afundando o passo. o coração não ganhou credibilidade dos corações amigos. até hoje quando o moço aponta todos os outros inticam: “e aí, coração?”. e o coração responde, sempre inseguro, que tudo bem, tudo bom, uns vem, outros vão. o coração ainda veste negro e jura pela sua felicidade que não bate pelo moço. que não bate. que não bate. que não bate. e que não é mentira.

fim.

Uma resposta em “coração”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s