Categorias
Sem categoria

primeira sexta sem cerveja e em casa.

Tropecei em um sapo e ele pulou na minha perna. Mas não foi um sapinho qualquer, foi um sapo enorme, daqueles malhados de branco e marrom, gosmorentos, horrorosos – os que não estão nas fotos de banco de imagens – senti como se uma pata de urso me agarrasse na panturrilha e entrei em casa correndo e berrando. Na meia-calça clara ficou um pouco de gosma. Na mão, o coração. Será que tropeçar em sapos indica alguma coisa?

Depois decidi ficar em casa. Não que eu tivesse decidido sair antes de haver decidido ficar, enfim, nem tenho como sair. Não tenho companhia. Não tenho vontade. Acho que acabou pra sempre a minha idéia de manter a vida divertida aqui na Santa Maria. Bom, aí to aqui em casa, semi-louca porque descobri que um dos remedinhos que o doutor receitou, a Finasterida, é exclusivo para homens calvos, diminui a libido e atrofia pintinhos de fetos masculinos (se administrado por mulheres). Segunda vou ligar pro doutorzinho, será que ele pensou que eu era um moço? tzc.

Amanhã é dia de receber o piercing novo. Também é dia de brifar cliente novo. E é dia de compras! Se fizer sol, é dia de andar de patins. Se fizer chuva, dia de passar a tarde assistindo filmitos com o abrigo que eu usava na oitava série.


A mãe quer saber dos meus planos. Eu também. Respondi que quem sabe vá até o Rio de Janeiro no feriado de Tiradentes. E quem sabe nem volte. Aí ela me deu um beijo na testa e resmungou alguma coisa como que os remédios estavam alterando o meu humor. Eu tenho me cuidado. Mas tenho percebido isso também. Não rendo no trabalho. Não tenho vontade de me movimentar. Tenho vontade de chorar na frente do espelho. Quero mandar a maioria das pessoas se foderem todas juntinhas porque elas têm me irritado bastante. É isso. Beijo. (se pelo menos eu tivesse algum arqui-inimigo).

Uma resposta em “primeira sexta sem cerveja e em casa.”

Guria, que remediaiada é essa! Li os posts anteriores, tá se chapando de remédio pra quê? (só pra eu entender por aqui, rs).E tu vai pro Rio? Vai não, aquilo lá é uma bosta, ahahaha… Digo porque meu noivo tá morando lá há quase 4 anos e acha uma bosta, ahahaha…Beeeejo!FUIZ…

Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s