Categorias
Sem categoria

atualização

sei que devo uma, e tenho um monte de novidades. talvez importantes apenas para mim. enquanto isso, chico buarque derrama nos meus ouvidos, um pouco de choro – até quem sabe – apenas inventado.

– Quem é você?
– Adivinha se gosta de mim
Hoje os dois mascarados procuram os seus namorados perguntando assim:
– Quem é você, diga logo…
– …que eu quero saber o seu jogo
– …que eu quero morrer no seu bloco…
– …que eu quero me arder no seu fogo
– Eu sou seresteiro, poeta e cantor
– O meu tempo inteiro, só zombo do amor
– Eu tenho um pandeiro
– Só quero um violão
– Eu nado em dinheiro
– Não tenho um tostão…Fui porta-estandarte, não sei mais dançar
– Eu, modéstia à parte, nasci prá sambar
– Eu sou tão menina
– Meu tempo passou
– Eu sou colombina
– Eu sou pierrô
Mas é carnaval, não me diga mais quem é você. Amanhã tudo volta ao normal. Deixa a festa acabar, deixa o barco correr, deixa o dia raiar.  Que hoje eu sou da maneira que você me quer. O que você pedir eu lhe dou. Seja você quem for, seja o que Deus quiser. Seja você quem for, seja o que Deus quiser.

o sobrinho engordou quase meio quilo. a mãe e o pai fizeram 35 anos de casados. dirigi a arte de um comercial. perdi 3 quilos. bebi gim. o chão tremeu. tive febre e vomitei. no trabalho expliquei que vou embora. marquei data na agenda e tou procurando casa nova. meu seguro de vida cobre até troca de pneus. comprei quatro livros excelentes na feira do livro. a feira do livro acabou. comprei uma bolsa xadrez e um celular que funciona em qualquer lugar do planeta. passei creme nos pés e marquei cabeleireiro pra sexta. fiquei tonta com a luz negra e duas moças me cortejaram. comi halls de maçã-verde e gostei. meu sobrinho tem 15 dias e sorri. as pessoas de casa estão felizes. paguei todas as contas. meu perfume chegou na metade, não gosto mais dele. comecei a tomar outro remédio. os vale-transporte desse mês são azuis – meus últimos. minha mãe arrumou meu armário. eu não tenho tempo nem pra  enrolar as meias. tava tudo tão tranquilo, de repente deu um nó.


Mesmo que os romances sejam falsos como o nosso
São bonitas, não importa
São bonitas as canções
Mesmo sendo errados os amantes
Seus amores serão bons

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s