Categorias
Sem categoria

milagres da última semana

estou sem computador e sem internetsy para fins laborais, dependo do quiridume alheio pra cumprir prazos de clientes que querem a minha cabeça exposta na saldanha marinho. mas eu prometo a todos eles que isso tudo vai terminar já!

– consegui um apartamento que tem, inclusive, liquidificador. a sala tem estruturas gregas e no meu quarto do primeiro mês vai ter uma cama super king plus size e, pasmem: per-si-a-nas!
– o meu colega mark, dono das redes de cinema cinemark, narcotraficante colombiano e desenhador gráfico nas horas vagas, vai trazer meu computador-bebê-mac-arredondadinho na segunda!! =D
– ganhei um aumento no trabaio! \o/
voyla, fechar as malas porque amanhã me encosto em novos travesseiros 🙂
Categorias
Sem categoria

a saga do apartamento

como todo mundo sabe, estou procurando apartamento na cidade grande. na verdade, ja desisti do apartamento e agora busco um quarto em qualquer apartamento. mas a coisa nao eh exatamente simples.
pela internet, elegi uns trinta e cinco. devo ter trocado e-mail com todos eles. o problema mais recorrente eh que os donos nao aceitam visitas (de qualquer especie). como voces sabem, sou a socializacao em pessoa, entao, impossivel. outro problema sao as “mascotas”. todo argentino tem, pelo menos, dois gatos eu um cachorro em casa. pra que? me diz?!
pra voces terem nocao, ontem visitei um quarto que era lindo. num apartamento daqueles classicos, com tres andares. o quarto fica na cupula, tem um banheiro recem reformado, com banheira e tudo lindo. muitos armarios, cama box, vidros duplos antiruido. lindo. a senhora dona muito simpatica, um arquiteto mexicano comendo laranjas na cozinha e SEIS, eu disse SEIS, gatos brincando entre o microondas e a torradeira. #fail

hoje visitei outros tres. impressionantes todos. me ajudem a escolher:
1) bairro do congresso (onde acontecem todas as manifestacoes – TODAS), esquina do congresso. com o endereco anotadinho e minha guiaT, chego lah toda inocente, vestida de mocinha e olho pra cima: o predio daquele estilo que tem urubus esculpidos nos cantos. meio sai de baixo com medo que alguma sacada desmoronasse sobre mim. interfonei: jah bajo, contestou a josephine. 6 minutos depois ela apareceu. lindissima, francesa. subimos eu, ela e a senhora que mora no porao (costureira e faxineira oficial do predio) em um elevador daqueles gradeados, que tu ve as cordas e se tiver um pouco apertado pro xixi se mija). chegamos ao segundo A. pe direito de cinco metros, meus olhos brilharam. existe gente no mundo que guarda mais cacareco que eu. sim. penas, plumas, almofadas, chairs, um globo de buatsy, mascaras de veneza, almofadas, filmes, quadros, tacas de vinho pela casa toda, cadeiras bonitas. enquanto eu admirava e tentava entender tudo o que tinha ali, a josephine conversava com a senhora do porao, explicando onde ele deveria encurtar as mangas do vestido e quanto da saia deveria subir. muito estilosa a moca. a casa eh desordenada, mas ajeitada. se endente? depois fomos pro quarto, onde tem ateh um piano. perguntei se o piano ficava, mas nao, o piano sai. a cama eh de casal, tem uma imensidao de armarios e gavetas. paredes decoradas. sacadinha – que tambem tive medo de pisar – chao de madeira sem acabamento. tudo naquele estilo: predio abandonado e ocupado por artistas. lindo. fiquei tao deslumbrada que nem visitei o banheiro. nesse apartamento pode-se receber visitas de qualquer especie, a qualquer hora e por tempo indeterminado. preco: mil. libera na metade do mes.
2) depois desse, me perdi um pouco, caminhei umas vinte quadras e tomei dois onibus ateh o apartamento de uma colombiana que vai sub-alquilar por dois meses. decimo quinto andar. avenida santa fe. estacao plaza italia. cobertura. a moca muito linda, o apartamento nem comento, todo bonito. ela me oferece o quarto da empregada e o banheiro que tem a ducha em cima do vaso por 1000dinheirosargentinos/mes. junto comigo ficara a prima, que trabalha o dia inteiro e nao eh ruidosa. eh proibido levar homens e fazer muito barulho. soh posso ficar dois meses. se ela conseguir mais alguem, a sala vai ser quarto desse alguem. me sobra o quarto da empregada, a ducha em cima do vaso e a micro-cozinha-pasillo. num predio rico. seguro. limpo e que s’o sera meu pordois meses. pensemos.
3) hostel: 450pesos por 15 dias. nao consegui encontrar. caminhei, caminhei e nao achei.
4) a casa do javier, segundo as gurias, meu futuro affair. fica 4 quadras daqui, o quarto tem banheiro e entrada privada. nele morariam mais 2 mocos que sao festeiros e tem dreads. dizem ser buena onda. esta bem localizado. custa 900/mes e posso receber visitas.

hoje de tarde visito mais um.
e amanha preciso vazar daqui. o rooooommmmaaaaaate das chicas me hecho. hahaha.