Categorias
Sem categoria

Buenos Aires Alterada


Há 20 dias, numa quarta-feira comum, eu tinha o emprego mais legal do mundo, a casa mais completa que eu poderia ter encontrado, era estudante do mestrado mais divertido das Américas e estava de rolinho gostoso com um Argentino. Nesse dia aconteceram três coisas importantes:

  • Mamãe me enviou dinheiros porque os meus tinham acabado;
  • Entre todos os e-mails diários, havia uma proposta de trabalho;
  • Dormi enquanto o rolinho falava.

Hoje é um domingo incomum e nos últimos 20 dias aconteceram muitas coisas importantes:

  • No emprego mais legal do mundo, mencionado acima, descobri pessoas “increiblemente copadas” e me despedi com o coração apertado;
  • No mestrado mais divertido das Américas descobri que gosto, really really, de saber mais sobre Arte;
  • Mamãe ficou feliz em saber que já não vou precisar do seus dinheiros;
  • O rolinho terminou.

Amanhã teremos uma segunda-feira diferente: ocuparei um espaço na sala cool do segundo emprego mais legal do mundo; ainda serei estudante do mestrado mais divertido das Américas – porém mais aplicada; não terei para quem enviar mensagens expressando minha alegria; plantarei muitas sementes nas minhas mini gramas e esparerei colher muitos mini-ouros. A partir de amanhã, meu lugar é aqui.

Categorias
Sem categoria

eu (coração) novo trabalho

Tava devendo esse post pra mim mesma. E vou continuar devendo. Hehe. Vocês, se quiserem, podem ler meus textinhos iniciais da Livra aqui. E aqui, podem assistir aos comerciais que gravamos na nossa festinha de fim de ano. E também, se quiserem, podem votar. Se forem votar, votem em Nubes Mentales, cuja directora fuí Djo. haha. beijos,

Categorias
Sem categoria

entre as perdas e o tempo

perdi o celular e comprei um despertador
perdi o ônibus e viajei de trem
esqueci o mapa e ganhei a quadra
na quadra encontrei o moço
no moço vi um sorriso
na quadra que ganhei e que tinha um moço onde vi o sorriso também tinha um buraco

no buraco eu caí

aí, o despertador que comprei por que perdi o celular tocou tarde, perdi o ônibus e viajei de trem (sem mapa): fim.

Categorias
Sem categoria

trabalho

Bom, esse é o pessoal das equipes de comunidade e marketing da @livra no asado de fim de ano. Meus colegos. Bonitos, né? Preciso dizer que é um pouco estranho trabalhar com tanta gente, de tantas origens e com tantos sobrenomes diferentes. Descobri que não sou boa com guardar nomes. Outro dia queria lembrar o nome da mãe do chefe do primeiro emprego remunerado pra mandar o cartão postal e não consegui. Queria mandar o postal porque ela adorava receber cartas. Bom. Eu gosto do meu trabalho, ainda estou meio perdida. Tenho muitas atividades e nunca dá tempo de sair pra almoçar. Mas eu estou feliz e estes daí são os meus colegas Nerds. É preciso ser nerd pra trabalhar na @livra. Converso com eles por e-mail. Isso que é engraçado. Nos empregos anteriores a gente conversava e se trocava bilhetinhos. Neste a gente se envia imagens por bluetooh, fala pelo g-talk e se organiza no google-wave. Acreditem ou não, pra sair este assado rolou um documento compartilhado que calculava os gastos dependendo do numero de pessoas que iam confirmando a presença. rs.

Sexta que vem a gente vai pra um “evento” num lugar fora da capital. Toda a empresa. Prometeram brinquedos infláveis. Voltaremos no sábado. Levarei protetor solar. Beijos,