Categorias
Sem categoria

embora

amanhã.
dispenso olho gordo. vai ser meio em vão, se alguém puser. diz o fabinho que olho gordo é uma praga. talvez o olho gordo tenha me posto doente, sem bolsa e sem teto. prefiro pensar que foi o período astrológico não auspicioso às mudanças. mas vamos lá, outra vez, bater na mesma portinha pra ver o que acontece. mando notícias, do lado de lá, pra quem fica. um beijo. obrigada pelas despedidas. espero que esta não seja a última.

:}