Categorias
Sem categoria

Férias

Olho a coluna social e vejo fotos de jovens “curtindo a tarde com os amigos no clube” e “se preparando para encarar o sol do litoral” e me arrependo amargamente de ter me emancipado tão cedo e não ter sido uma adolescente popular e gostosa. Bons tempos aqueles de férias de três meses, porquê, MÃO DO CÉU?!, porquê, PÉ DO CHÃO?!, é que eu sempre inventava atividades para estes períodos e não podia, simplesmente, passar as tardes analisando os corpinhos e me preocupando MUITO com as calorias ingeridas nas pipocas em frente a televisão. Penso que hoje as coisas seriam mais fáceis. Imagina?

Saudade dos 17 anos.


Tá, aí vem aqueles comentários de consolação que me me me porque tu era muito estudiosa e sempre foi muito criativa e teve sempre doze milhões de bons amigos e tua mãe te ama e até que teu rosto é bonitinho piriri parará e me me me. Não interessa. Hoje concluí, com uma amiga, que sempre fomos garotas estranhas. Sério, quem aqui já dedicou duas semanas das férias de inverno pra ajudar as freiras da escola a desenhar faixas pra um desfile?! hã?! hã?! as gostosas sempre desfilavam e eu tinha que montar os cenários e ajudar nos figurinos e parara. até quando dirigi a peça de teatro que foi premiada na sétima série tive que ser a “fonte” porque senão ia ficar de fora, mas eeeeeeeeeeeu dirigi e sim, também segurei a garrafa pet atrás do cenário pra aguinha de verdade cair pela minha obra-fonte. pf.

Categorias
Sem categoria

4 vinhos e 1 espumante

É bom…
Às vezes se perder
Sem ter porque
Sem ter razão
É um dom…
Saber envaidecer
Por si
Saber mudar de tom

Quero não saber de cor, também
Pra que minha vida siga adiante

Categorias
Sem categoria

descritiva

aprecio meus momentos de graça. quando estou consciente de que preciso pensar minha criatividade definha. não gosto de ser observada enquanto tramo os pensamentos. funciono bem comigo mesma, embora meu combustível atual seja a coletividade. ser adulta me tira a liberdade.

mesmo assim, continuo boa atriz. sou feliz e não nego. tenho a maior força do mundo quando as coisas me são de fato. quero conhecer além da liberdade do que é. não sei explicar. às vezes encontro a minha mesma numa pluma que me voa aos pés. às vezes me perco diante do espelho.

Categorias
Sem categoria

primavera, picolé e parreira

a piti dupla tomando banho e o picolé mini-saia que vale-outro e cola na língua
a família feliz unida por uma montagem na espécie das piadas pré-almoço. da esqu. pra dir. Pai Alemão, sobrinha karol, irmão AlemãozinhoII, cunhada Flavia, cunhada Ângela (in cunhada dois sobrinho II, ou Carla Sobrinha ou Fernando Sobrinho ou alguma coisa como Albertinho, Arthur, Olavo… ainda temos cinco meses), Irmão AlemãozinhoI e mamys sissi).
piti e póli, as merecedoras do gramado baixo.
daniel, aquele que perguntou no almoço: mas tu te acha esperta, carla? a minha profe disse que pra fazer publicidade tem que ser bem esperto. toquei arroz nele. ora bolas.

Categorias
Sem categoria

união estável

taí.
já levei meu jogo americano redonto de bolinhas pra casa dela e celebramos o primeiro jantar com canapés de queijo e espumante do tipo garibaldi-que-estoura-sozinha-no-refrigerador. hehehehehe…

Categorias
Sem categoria

Obama e Blues

humor: feliz de whisky e blues.
situação: a chave da porta enrolou no colar. não consigo tirar as pulseiras de acrílico. a lente de contato do olho esquerdo tá dobrada e colada. não sei explicar.
humor: super feliz.
situação: gosto do meu perfume. é. estranho dizer isso, mas eu gosto.
opinião: sim, tenho uma queda tooooda especial por carecas ou barbudos ligados em música. gaita de boca é meu objetivo maior. às vezes me pego dedilhando contra-baixo nos botões.
humor: nunca estive tão tranquila depois de uma festa. me sinto leve e esperançosa.
decisão: vou aprender a tocar um instrumento.
opinião: não entendo pq duas pessoas que “se amam” não ficam juntas. é simples. é só se adaptar, so-men-te. agora vão dizer que eu não tenho experiência de namoros longos e não posso falar… ok, mas pra mim é bem simples: gosta? ama? quer dividir o papel higiênico com aquela pessoa? fica junto. acha que isso é impossível? não enrola (a menos que essa opinião seja partilhada pelas dois, claro). gente que ilude gente me cansa.
humor: apaixonada. mas ele não me dá bola. hehehe. não tem nada a ver com a opinião ali de cima. o meu amor é mais cliche. o meu amor vai surpreender. o meu amor não quer saber de samba. o meu amor é mais pra mim. é mais seguro. é mais secreto. é discreto. reto. e. tchanan. =P
opinião: deus é bão.
opinião: queijo é a melhor coisa do mundo.
opinião: calor é pior que tomate cru.
decisão: vou esperar mais três semanas pro amor chegar. a porta fica aberta todos os dias, nem precisa avisar.
situação: o olho esquerdo não abre mais, a lente está realmente colada. vou pedir ajuda pra minha mãe.
situação: santa maria B acha que namoro a Thaís. nem é, gente… só pra esclarecer a minha heterossexualidade. hehe. a gente só divide o apartamento e o desejo de adotar um cão.

beijo

humor: fabuloso, divertido, dando abraço de urso em todo mundo!